Objetivo Geral

Eliminar ou pelo menos reduzir as adversidades decorrentes de fatores econômicos, sociais, ambientais e culturais que impactam mulheres grávidas e suas famílias e prejudicam a realização do pleno potencial de desenvolvimento físico, mental e emocional de crianças brasileiras com até três anos, integrando profissionais de Saúde, Educação, Assistência Social, seus apoiadores sociais e governamentais, por meio do Enfrentamento das Adversidades pelo Acompanhamento Intersetorial em Tempo Real do Desenvolvimento da Criança, para que possam agir e interagir em rede, a tempo, frente aos riscos ao desenvolvimento integral da criança, ao mesmo tempo em que buscam ativamente fortalecer a capacidade dessas famílias de oferecer um cuidado sensível às suas crianças, assim amortecendo o estresse infantil que, ao se tornar tóxico,
compromete a formação das
estruturas básicas do cérebro em desenvolvimento.