O que fazemos

  • Formamos profissionais para o desenvolvimento da primeira infância em encontros presenciais e virtuais

A translação do conhecimento para a prática é nosso propósito de ensino ético, o que nos coloca como agentes entre e a teoria e prática do desenvolvimento. Trabalhamos com uma perspectiva intersetorial, transdiciplinar e multiprofissional entre Educação, Saúde, Assistência Social, Comunicação e áreas/setores afins, construindo pontes pedagógicas e didáticas que sejam capazes de superar o hiato existente entre o conhecimento teórico e o fazer cotidiano da entrega/oferta de cuidados na Primeira Infância. Nossa metodologia de ensino inclui procedimentos ativos com construção dialógica do conhecimento e considera os aspectos físicos, emocionais e sociais do crescimento e desenvolvimento.

Articulamos, mobilizamos e animamos rede locais da primeira infância, apoiando gestores e técnicos das áreas de Educação, Saúde e Assistência Social

O IPADH vê no enredamento intersetorial a possibilidade de integração do trabalho em rede multiprofissional, do engajamento social e do envolvimento familiar em torno do desenvolvimento, promovendo o diálogo entre os setores da sociedade encarregados do cuidado direto e indireto à criança e à mulher grávida. Reconhece e considera que a complexidade em tempos globalizados/globalizantes e de avanços tecnológicos são desafios crescentes a cada dia.

Nosso know how é animar as redes, atendendo ao imperativo de chamar à vida aqueles que hajam perdido a esperança: no trabalho pelo cuidado, no cuidado como modo de ser, protegendo e amparando quem mais precisa contra o descaso, a insignificância e o esquecimento/isolamento social que, ao invés de produzir a vida, produzem o sofrimento na vida.

É também buscar, numa rede solidária, compartilhar sentidos e significados para a infância, para a família e, em última instância, para a sociedade e a vida na Terra, numa visão bioecológica e numa perspectiva ampliada do desenvolvimento, que atribui igual valor às dimensões físicas, psíquicas e emocionais das pessoas. Escolhemos, portanto, uma postura crítico-reflexiva diante do mundo e da vida, que seja capaz de trazer dias melhores, em especial para as crianças e adolescentes.

  • Formamos artistas orientadores para a Arte Educação na adolescência

Coordenamos e facilitamos a formação de artistas educadores em teatro, com intersecções com as demais artes, para a organização de coletivos teatrais integrados por adolescentes tendo por princípios a transmissão cultural inter geracional de valores, a equidade de gênero e a sustentabilidade ambiental.